Diário do Nordeste – Consumo é repensado; consciência ganha espaço

Crise leva as pessoas a consumirem menos e adquirirem hábitos que devem permanecer após o fim da recessão.

O educador financeiro Gustavo Gaivota, diretor da Unidade DSOP Rio Grande do Norte, aponta que a falta de dinheiro na mão do consumidor foi o grande catalisador para essa atitude.

“Na maior parte das vezes, mesmo que inconscientemente, as pessoas consumiram menos porque, literalmente, não têm dinheiro para consumir como antes. Porque quando eles botam a mão em dinheiro, a primeira coisa que fazem é ir às compras”, explica ele.

Veja a matéria completa